artista-norte-americano-vincent-baldassano-doa-pinturas-ao-museu-de-evora

Artista norte-americano Vincent Baldassano doa pinturas ao museu de Évora

A entrega formal das obras intituladas “Walk with Bravo” e “South Salem 2” ao acervo do Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo, em Évora, está marcada para quarta-feira, às 16:00, naquele espaço, com a presença do artista.

“Foi um processo longo. As telas já tinham sido doadas, mas ainda não tinham sido entregues, devido à pandemia de covid-19, o que acontece finalmente amanhã [quarta-feira]”, realçou à agência Lusa a diretora do museu de Évora, Sandra Leandro.

Segundo a responsável, esta doação resulta de “uma longa história de amizade” do artista norte-americano com os pintores portugueses Joaquim Bravo (1935-1990) e Álvaro Lapa (1939-2006), ambos nascidos em Évora.

“Vincent Baldassano veio para Portugal em 1972” e, no Algarve, conheceu os dois artistas portugueses e “ficou muito amigo deles”, contou, indicando que, em 1990, o norte-americano visitou Évora juntamente com Joaquim Bravo.

Sandra Leandro disse que o artista norte-americano ficou “encantado com a cidade, e o que mais o marcou foi a conversa que teve com Joaquim Bravo”, durante a visita, a qual se debruçou sobre “arte e vida”.

“Ele diz que foi uma das conversas mais intensas que teve e foi algo tão forte que teve que a pôr em pintura”, referiu, adiantando que essa obra, denominada “Walk with Bravo, 1990”, é uma das duas que será entregue ao museu.

A outra, adiantou a diretora do Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo, intitula-se “South Salem 2, 1985”, e “é uma memória de uma outra viagem” realizada por Vincent Baldassano.

Considerando que as pinturas são “muito interessantes” e que vão “valorizar ainda mais o acervo de arte contemporânea do museu”, a responsável realçou que vão ficar, para já, nas reservas do espaço museológico.

“Não temos ainda, mas iremos ter, no futuro, uma sala destinada à arte contemporânea”, para onde está prevista a colocação destas pinturas para que fiquem “visíveis” para o público, acrescentou Sandra Leandro.

O artista e professor norte-americano Vincent Baldassano, nascido em 1943, na cidade de Oxford, nos Estados Unidos, expõe regularmente, nos EUA e na Europa. A sua pintura combina símbolos ancestrais, memórias de lugares e experiências, resultantes sobretudo das suas viagens.

Leia Também: Évora vai ser Capital Europeia da Cultura em 2027

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

Compartilhe nas redes sociais

Benvindo(a) à Radio Manchete. 📻

Ouvir 📻
X