protesto-em-frente-a-sede-do-ps-contra-“trapalhices-”-do-governo

Protesto em frente à sede do PS contra “trapalhices ” do Governo

Mais de meia centena de pessoas manifestaram-se, esta quinta-feira, em frente à sede do PS, em Lisboa, contra os casos ocorridos no Governo durante as últimas semanas.

“Estamos cansados de todas as trapalhices que têm sido feitas pelo Governo do PS nestes últimos sete anos”, confessou ao JN Diogo Graça, um dos manifestantes. O jovem, de 26 anos, admitiu que equaciona emigrar com a namorada, para conseguir ter uma melhor qualidade de vida do que aquela que tem em Portugal.

O sentimento foi partilhado pelo manifestante Luís Leite. “Apesar de trabalhar todos os dias para ter uma vida em Portugal, sinto-me desmotivado a ficar cá”, contou ao JN, acrescentando que se sente “indignado” com as condições do país. “Todos trabalhamos, damos o litro, queremos evoluir e neste país não conseguimos isso. Neste país sobrevivemos”, lamentou o jovem de 31 anos.

Já Madalena Roquette, de 61 anos, contou ao JN que, acima de tudo, gostaria que “não houvesse tanta corrupção” em Portugal. “A educação está má, a saúde está má, os transportes estão maus, a geração mais nova não consegue arranjar casa, tem empregos com ordenados miseráveis, e realmente não vemos o país a andar para a frente”, acrescentou a manifestante.

A manifestação foi organizada através de grupos de Whatsapp com o lema “Socialismo out”, onde os organizadores insistiram no seu caráter pacífico e apartidário.

Estiveram presentes principalmente jovens que, segurando cartazes e empunhando a bandeira nacional, gritaram frases como “Costa encosta!” e cantaram o hino de Portugal. Num dos cartazes lia-se a frase “O Estado é um viveiro de corrupção”.

Compartilhe nas redes sociais

Benvindo(a) à Radio Manchete. 📻

Ouvir 📻
X