Casa da Música abre ano dedicado à Alemanha

Hoje, às 19h30, na sala 2, acontece a conferência “Música, Uma História da Alemanha” com o presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva, e o subdiretor do departamento de Música da Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo, Daniel Moreira, com moderação da diretora do Instituto Goethe Portugal, Jana Binder.

Às 21h00, a Orquestra Sinfónica do Porto atua na Sala Suggia, sob direção do maestro titular, Stefan Blunier, para interpretar “Photoptosis” (1968), de Bernd Alois Zimmermann, e “Uma Vida de Herói” (1898), de Richard Strauss, no que a Casa da Música descreve como “um diálogo entre dois tempos históricos numa Alemanha profundamente contrastante”.

O ciclo prossegue no sábado com a Orquestra Barroca, acompanhada por Andreas Staier, no cravo e na direção musical, e a soprano Nuria Rial, como solista, num programa composto por peças de Bach, Händel e Muffat.

No domingo, um concerto de “Valsas de Amor” leva o coro da instituição a interpretar Clara e Robert Schumann, bem como Brahms, seguindo-se, no dia 21, “Notas Imaginárias”, em que a Orquestra Sinfónica do Porto vai levar ao palco da Sala Suggia “A House of Call. My Imaginary Notebook”, de Heiner Goebbels, em estreia nacional.

A outra estreia nacional acontece no dia 22, com “Speicher”, de Enno Poppe, artista em residência que vai ter uma retrospetiva do seu trabalho no Porto. A interpretação será do Remix Ensemble, sob direção do compositor.

Compartilhe nas redes sociais

Benvindo(a) à Radio Manchete. 📻

Ouvir 📻
X