Crise de meia idade? Cristina Ferreira diz que está a repensar tudo aos 45 anos e admite plano B surpreendente – The Mag

stina Ferreira atingiu, na televisão, o topo da sua carreira ao chegar a diretora de entretenimento de um canal. E apesar de ainda ter sonhos por realizar, a apresentadora da TVI admite que está numa fase muito introspetiva a nível pessoal, que a tem levado a equacionar aquilo que quer para o seu futuro, naquilo que, em tom de brincadeira, diz ser uma espécie de crise de meia idade.

O ano de todas as loucuras de Cristina Ferreira

“Eu vou mudando ao longo da vida e vou querendo outras coisas. E estou numa fase de também eu pensar muito no que é que quero para mim e para o meu futuro, que coisas mais é que posso fazer, o que é eu sei fazer, quais são os meus limites. Isto deve ser dos 45, mas acho que cada um de nós tem dessas fases da vida, e acho que o devemos ter“, começou por explicar Cristina, em conversa com Joana Marques, Inês Lopes Gonçalves e Ana Galvão no programa ‘As Três da Manhã’, na Renascença.

Sem problemas em admitir que facilmente viveria longe da caixinha mágica, a apresentadora garante ter vários planos B, um deles até agora desconhecido da maioria das pessoas: abrir um restaurante. “Acho que nenhum de vocês sabe que eu seria muito feliz a ter, por exemplo, um restaurante. Eu servia às mesas quando a minha mãe tinha o restaurante na feira do gado da Malveira e foi uma coisa que me deixou saudades. Eu hoje que estou um bocadinho mais afastada dos programas de day time, tenho tido muitas saudades de falar com pessoas, ouvir as histórias e não estava à espera de sentir tantas saudades, mas foram 18 anos da minha vida”.

A pensar naquilo que quer para a sua vida, Cristina Ferreira diz que deixar a televisão poderá acontecer mais cedo do que se pensa e que não vive agarrada ao protagonismo que o lado mediático lhe dá. Muito pelo contrário. Até porque a apresentadora admite agora estar cansada da exposição pública. “Eu desejava muitas vezes que ninguém me reconhecesse. Ninguém sabe o que é estar numa praia a ser Cristina, a ir às compras a ser Cristina, ir a um restaurante e ser Cristina. Porque tu estás constantemente a ser olhada. Lembro-me de uma vez ir com o meu filho numa mercearia e ele fazer aquele típica birra de se atirar para o chão a gritar e aquilo estava cheia de gente. E eu dei por mim a pensar: agora, qualquer reação que vou ter em relação a ele estou a ser analisada”.

Espreite os vestidos que Cristina Ferreira tem usado nas galas do ‘Big Brother’

Quanto à saída da televisão, a estrela afirma que o faria hoje mesmo, se fizesse sentido. “Eu podia deixar hoje a televisão, sem problema nenhum. O que não me impedia de ter saudades de algumas coisas, mas não tenho problemas nenhuns em sair”.

O FUTURO E AS PALESTRAS MOTIVACIONAIS

Foi também a pensar num futuro sem televisão que Cristina Ferreira decidiu criar, recentemente, as palestras motivacionais ‘Cristina Talks’. Depois de ter enchido o Pavilhão Multiusos de Gondomar no final do ano passado, é já no próximo sábado que a apresentadora chega à Altice Arena para uma manhã em que, através do seu caso pessoal e de outros convidados, pretende impelir os seus fãs a não terem medo de mudar de vida.

A carregar o vídeo …

Cristina aposta em novo negócio

Se correr como o previsto, é certo que a estrela irá renovando o conceito de forma a conseguir fazer deste projeto mais uma das suas máquinas de fazer dinheiro. Com muitas marcas envolvidas e bilhetes a 19 euros, este poderá ser um plano B a curto prazo para Cristina, que na TVI não atingiu aquilo que queria e sente, por vezes alguma instabilidade em relação ao futuro.

Para garantir o interesse da audiência, a estrela fala sem tabus sobre a sua vida privada como nunca a ouvimos fazer. Em Gondomar, por exemplo, chegou mesmo a ir atrás na sua vida para falar da história de amor com António Casinhas.

“Eu separei-me de uma pessoa com quem tinha vivido quase 20 anos. Aquela pessoa era a única coisa que eu tinha para o meu futuro. Eu não tinha imaginado outra”, disse, acrescentando que o luto foi difícil e que durante mais de três anos mergulhou no trabalho para dar a volta por cima. “Era sair de casa, chegar, maquilhar-me, sorrir, brincar, desliga a câmara e casa. E isto repetiu-se durante três anos. Foi um luto muito difícil, porque eu não via futuro”.

Os momentos mais felizes de Cristina Ferreira e António Casinhas

A verdade é que desde então, Cristina continua sem conseguir encontrar a felicidade total no amor. Focada no trabalho, procura, aos 45 anos, encontrar a realização a todos os níveis.

Saber mais sobre




Vai gostar de





Compartilhe nas redes sociais

Benvindo(a) à Radio Manchete. 📻

Ouvir 📻
X