ucrania-com-mais-instalacoes-de-saude-atacadas-do-que-qualquer-outro-pais

Ucrânia com mais instalações de saúde atacadas do que qualquer outro país

A Organização das Nações Unidas (ONU) avançou, esta sexta-feira, que o número de ataques registados a instalações de saúde em 2022 foi maior na Ucrânia do que em qualquer outro local do mundo.

“Houve 745 ataques até 4 de janeiro”, disse a subsecretária-geral para Assuntos Políticos e de Consolidação da Paz da ONU, Rosemary DiCarlo, num discurso perante o Conselho de Segurança das Nações Unidas esta sexta-feira.

“Nas regiões mais afetadas do leste e sul do país, segundo informações, 15% das instalações não funcionam parcial ou totalmente em Donetsk, Zaporizhzhia, Mykolaiv e Kharkiv”, acrescentou.

A ofensiva militar lançada a 24 de fevereiro pela Rússia na Ucrânia causou já a fuga de mais de 14 milhões de pessoas – 6,5 milhões de deslocados internos e mais de 7,9 milhões para países europeus -, de acordo com os mais recentes dados da ONU.

Neste momento, 17,7 milhões de ucranianos precisam de ajuda humanitária e 9,3 milhões necessitam de ajuda alimentar e alojamento.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que tem respondido com envio de armamento para a Ucrânia e imposição à Rússia de sanções políticas e económicas.

A ONU apresentou como confirmados desde o início da guerra 6.919 civis mortos e 11.075 feridos, sublinhando que estes números estão muito aquém dos reais.

Leia Também: Blinken fala com Kuleba e destaca apoio “duradouro e inabalável” dos EUA

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

Compartilhe nas redes sociais

Benvindo(a) à Radio Manchete. 📻

Ouvir 📻
X