gnr-apreende-mais-de-120-mil-cigarros-em-santo-tirso-e-famalicao

GNR apreende mais de 120 mil cigarros em Santo Tirso e Famalicão

A GNR apreendeu mais de 120 mil cigarros, cujo valor ascende a 28 mil euros, e identificou um homem de 64 anos por alegada introdução fraudulenta no consumo em Santo Tirso e Famalicão, anunciou este sábado a polícia militar.

Em comunicado, a Unidade de Ação Fiscal da GNR do Porto refere que a investigação que conduziu a esta apreensão decorria há 11 meses, tendo nome de “Operação Condomínio”.

No total foram apreendidos 120.662 cigarros, 3.725 euros em dinheiro, 11 quilos de folha de tabaco triturado que daria para produzir 11.000 cigarros, 3,6 litros de aguardente, 2,3 litros de vinho licoroso e um telemóvel.

De acordo com esta polícia militar, foi identificado, na quinta-feira, um homem de 64 anos, suspeito de introdução fraudulenta no consumo, nos concelhos de Santo Tirso (distrito do Porto) e de Vila Nova de Famalicão (distrito de Braga).

Nesta operação foi dado cumprimento a nove mandados de busca em residências, um estabelecimento, uma empresa, bem como em veículos.

“O valor do tabaco apreendido ascende aos 28.000 euros, sendo que a sua comercialização ilícita teria causado um prejuízo ao Estado em sede de Imposto sobre o Tabaco (IT) num valor de 25.000 euros”, lê-se no comunicado da GNR.

Os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Santo Tirso.

Compartilhe nas redes sociais

Benvindo(a) à Radio Manchete. 📻

Ouvir 📻
X