dez-distritos-do-norte-e-centro-sob-aviso-amarelo-devido-a-neve

Dez distritos do Norte e Centro sob aviso amarelo devido à neve

Dez distritos do Norte e Centro vão estar sob aviso meteorológico amarelo na terça-feira devido à neve, segundo o Instituto do Mar e da Atmosfera, que prevê o mesmo nível para hoje e segunda-feira na Guarda e Castelo Branco.

A última informação atualizada do Instituto do Mar e da Atmosfera (IPMA) coloca também, a partir da manhã de segunda-feira, em aviso laranja (o segundo mais grave de uma escala de quatro) os distritos de Viana do Castelo, Porto, Lisboa, Leiria, Aveiro, Coimbra e Braga devido à agitação marítima.

Segundo o IPMA, os distritos da Guarda e Castelo Branco vão estar, a partir das 21 horas de segunda-feira, sob aviso de laranja devido ao vento.

Estes dois distritos estão a partir das 23 de hoje e na segunda-feira em aviso amarelo (o terceiro mais grave) devido à queda de neve.

Além da Guarda e Castelo Branco, os restantes distritos que vão estar, a partir de terça-feira sob aviso meteorológico amarelo devido à neve são Coimbra, Bragança, Viseu, Porto, Vila Real, Viana do Castelo, Aveiro e Braga.

O IPMA alerta para a perturbação causada nestes 10 distritos devido à queda de neve com acumulação e possível formação de gelo, como vias condicionadas ou interditas, danos em estruturas ou árvores e abastecimentos locais prejudicados.

O aviso amarelo do IPMA significa que a situação é de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica, enquanto no laranja o risco é moderado e elevado, devendo a população seguir as recomendações da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

No sábado, a ANEPC pediu à população para adotar medidas preventivas para se defender da “descida significativa da temperatura”.

A autoridade alertou para os potenciais riscos deste quadro meteorológico, nomeadamente “intoxicações por inalação de gases, devido a inadequada ventilação em habitações onde se utilizem aquecimentos como lareiras e braseiras”, assim como para incêndios devido à “má utilização de lareiras e braseiras ou de avarias em circuitos elétricos”.

Os idosos, as crianças, as pessoas com patologias crónicas e os sem-abrigo são os grupos de pessoas “mais vulneráveis” e que necessitam de “especial atenção” para se protegerem do tempo frio, enquanto os automobilistas devem adotar uma condução defensiva e atenção para o “piso escorregadio ou a possível formação de lençóis de água e gelo”, acrescentou.

Podem também registar-se “danos em estruturas montadas ou suspensas”, que devem ser fixadas para evitar desprendimentos, e “queda de ramos ou árvores, em virtude de vento mais forte”, segundo a ANEPC.

A temperatura vai baixar a partir de hoje em Portugal continental, podendo atingir a meio da semana menos cinco graus Celsius no interior Norte e Centro, anunciou na sexta-feira o IPMA.

Num comunicado publicado na sua página da internet, o organismo que faz a previsão meteorológica em Portugal explicou que esta descida de temperatura se deve à passagem de “superfícies frontais frias que atravessam o território de norte para sul, às quais estão associadas massas de ar polar, provenientes de noroeste”.

Compartilhe nas redes sociais

Benvindo(a) à Radio Manchete. 📻

Ouvir 📻
X