A TAP alega que a saída de Alexandra Reis foi uma renúncia, mas a pedido da empresa.