conmebol-promete-cinco-milhoes-ao-flamengo-se-vencer-mundial-de-clubes

Conmebol promete cinco milhões ao Flamengo se vencer Mundial de clubes

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) prometeu, esta segunda-feira, um prémio de cinco milhões de dólares (cerca de 4,6 milhões de euros) ao Flamengo, caso o clube treinado pelo português Vítor Pereira conquiste o Mundial de clubes.

No Twitter, o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, considerou que este prémio é “um forte estímulo para o representante” do continente no Mundial de clubes, que se disputa de 1 a 11 fevereiro, nas cidades marroquinas de Rabat e Tânger.

“A América do Sul quer mais glórias desportivas”, escreveu ainda o dirigente paraguaio, que em dezembro viu a Argentina conquistar o Mundial2022.

O Flamengo, treinado por Vítor Pereira, vai defrontar o vencedor do jogo entre os marroquinos do Wydad Casablanca e os sauditas do Al Hilal nas meias-finais do Mundial de clubes.

O jogo de estreia da equipa brasileira, campeã sul-americana em 2022, com o Wydad Casablanca, vencedor da Liga dos Campeões africana de 2021/22, ou o Al Hilal, designado pela Confederação Asiática de Futebol, vai disputar-se em 7 de fevereiro de 2023.

O clube do Rio de Janeiro já disputou uma vez a competição no atual formato, em 2019, no Catar, sob o comando técnico do português Jorge Jesus – que tinha conquistado o título sul-americano -, tendo perdido na final com os ingleses do Liverpool, por 1-0, após prolongamento.

O Real Madrid, campeão europeu e recordista de títulos no torneio mundial, com quatro troféus (2014, 2016, 2017 e 2018), vai defrontar o vencedor do confronto entre os norte-americanos do Seattle Sounders, vencedores da Liga dos Campeões da CONCACAF, e a equipa que se impuser na partida entre os egípcios do Al Ahly e os neozelandeses do Auckland City.

Compartilhe nas redes sociais

Benvindo(a) à Radio Manchete. 📻

Ouvir 📻
X