em-2022,-a-procura-nos-transportes-coletivos-urbanos-aumentou-em-60%

Em 2022, a procura nos transportes coletivos urbanos aumentou em 60%

Face a 2021, a procura no Metropolitano de Lisboa, no Metro do Porto e na Transtejo/Soflusa, aumentou, em 2022, 60%. “Os dados sobre a procura nos transportes coletivos urbanos confirmam a tendência de recuperação do número de passageiros registada ao longo do último ano [2022]”, pode-se ler em comunicado do Ministério do Ambiente e da Ação Climática, enviado às redações.

Apesar do acréscimo do número de passageiros, continua o ministério, “a procura por estes meios de transportes coletivos ainda está aquém da verificada em 2019, quando a operação das empresas ainda não tinha sido afetada pela pandemia de Covid-19″.

Até dezembro de 2022, segundo os dados do ministério, o número de passageiros verificado representa 79% da procura registada em 2019. Um total de 217.128 pessoas procuraram estes transportes em 2022, ao passo que, em 2021, esse valor se ficou pelas 136.104. Em 2019, no entanto, o número fixava-se nas 274.625.

“Ao longo do ano de 2022, assistiu-se a uma contínua recuperação da procura nas empresas de transporte público tuteladas pelo Ministério do Ambiente e da Ação Climática. Contudo, no global do ano esta ficou cerca de 21% abaixo do valor registado em 2019, antes da pandemia“, explica o ministério em comunicado, realçando que mobilizou mais de 905 milhões de euros para os transportes públicos, “através do Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos (PART), do Programa de Apoio à Densificação e Reforço da Oferta de Transporte Público (PROTransP) e de dotações extra para manter a oferta durante o período de pandemia”. 

Leia Também: PCP lamenta “grave situação” dos transportes e do trânsito em Coimbra

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

Compartilhe nas redes sociais

Benvindo(a) à Radio Manchete. 📻

Ouvir 📻
X