jogo-da-taca-entre-napoles-e-cremonese-com-primeiro-trio-de-arbitragem-feminino

Jogo da Taça entre Nápoles e Cremonese com primeiro trio de arbitragem feminino

A italiana Maria Sole Ferrieri Caputi, que foi a primeira mulher a arbitrar um jogo na Liga transalpina, vai liderar, na terça-feira, na Taça de Itália, a primeira equipa de arbitragem inteiramente feminina.

Maria Caputi, que também já dirigiu esta época um jogo da Taça de Itália, estará desta vez acompanhada pelas árbitras assistentes Tiziani Trasciatti e Francesca Di Monte no jogo entre o Nápoles e a Cremonese, nos oitavos de final da prova.

Será o primeiro trio de arbitragem exclusivamente composto por mulheres no escalão principal, depois deste mesmo grupo também ter feito essa estreia na Serie B italiana, então em jogo entre o Frosinone e o Ternana, disputado em dezembro do ano passado.

É ainda expectável que Gianluca Rocchi, o responsável pela nomeação dos árbitros em Itália, venha, num futuro próximo, a atribuir a este trio de mulheres a arbitragem de um jogo da Serie A.

Em outubro, Maria Caputi, de 32 anos, tornou-se a primeira mulher a arbitrar ao mais alto nível no “calcio”, juntando-se à alemã Bibiana Steinhaus e à francesa Stephanie Frappart no pequeno grupo de mulheres que chegaram ao mais alto escalão em campeonatos masculinos.

Compartilhe nas redes sociais

Benvindo(a) à Radio Manchete. 📻

Ouvir 📻
X