paulo-cafofo-nega-qualquer-crime-enquanto-presidente-da-camara-do-funchal

Paulo Cafôfo nega qualquer crime enquanto presidente da Câmara do Funchal

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, Paulo Cafôfo, negou em comunicado “qualquer facto que possa indiciá-lo da prática de qualquer ilícito criminal”, e alega que sempre exerceu funções com “lisura, transparência e respeito pela legalidade, em prol dos interesses públicos”.

A reação do antigo presidente da Câmara do Funchal surge após a notícia do “Correio da Manhã” sobre uma investigação do Ministério Público, por alegadas suspeitas de corrupção, relativa ao período em que exerceu funções enquanto autarca na Madeira, o que aconteceu entre 2013 e 2019.

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas admite que tinha “tido conhecimento da instauração de um processo de inquérito, no DCIAP, no ano de 2018”, e diz que “nunca foi ouvido”.

Na missiva enviada às redações, garante ainda estar disponível para “colaborar com as autoridades judiciais com vista ao célere desfecho deste processo”.

Compartilhe nas redes sociais

Benvindo(a) à Radio Manchete. 📻

Ouvir 📻
X