teatro-garcia-de-resende-em-evora-com-127-espetaculos-este-ano

Teatro Garcia de Resende em Évora com 127 espetáculos este ano

Em declarações à agência Lusa, José Russo, diretor do Centro Dramático de Évora (Cendrev), a companhia residente do TGR, indicou que esta programação abarca “um conjunto de espetáculos orientado, em função da sua qualidade, para diferentes públicos”.

“Outro fator que valorizamos muito é que esta programação conta com a participação de um grupo muito significativo de agentes culturais locais”, nomeadamente de companhias, associações, artistas, músicos de Évora, destacou.

Segundo o responsável, este plano anual foi construído com financiamento da Direção-Geral das Artes (DGArtes) e da Câmara de Évora, no âmbito de uma candidatura ao concurso de apoio à programação da Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses (RTCP).

A programação do TGR para este ano envolveu um investimento global de “400 mil euros”, mas a DGArtes “só financia 50% dos custos”, pelo que “a outra parte é assegurada pela câmara”, adiantou o diretor do Cendrev.

Esta verba destina-se a custear “a programação dos espetáculos, as dormidas, os transportes, os cachês e a divulgação”, referiu, indicando que “não paga a estrutura, ou seja, não paga, neste caso, ao Cendrev”.

Quanto aos espetáculos e iniciativas culturais previstas, José Russo destacou a integração na programação da edição deste ano da Bienal Internacional de Marionetas de Évora (BIME), que está marcada para o mês de junho.

“É uma mais-valia imensa porque organizamos a BIME desde 1987 e, até aqui, nunca tínhamos conseguido um financiamento à partida para a bienal e, agora, temos duas edições financiadas, a que vai acontecer este ano e a de 2025”, referiu.

Assinalando que a programação inclui música, teatro e dança, o responsável destacou a atuação da Companhia Nacional de Bailado, a 12 de julho, e dois outros eventos, que decorrem ao longo do ano, o ciclo de concertos “Sons no Salão” e a iniciativa “Ver & Aprender”, destinada a famílias e escolas.

Com um total de 127 iniciativas, a programação arrancou, no dia 03 deste mês, com um concerto do Ensemble de Clarinetes da Universidade de Évora e já foram realizados quatro espetáculos, pelo que, até ao final do ano, estão previstos mais 123.

O próximo espetáculo é a peça de teatro “Laços”, de Daniel Keene, pela companhia Baal17, de Serpa, no distrito de Beja, que vai subir ao palco do TGR esta sexta-feira e no sábado, às 19:00.

De acordo com o programa, além da BIME, estão incluídos no plano anual o Festival Imaterial, o Festival Internacional de Dança Contemporânea (FIDANC), o Fórum Teatral Ibérico, o Encontro de Teatro Ibérico e o Festival de Expressões.

O calendário abrange “Deslumbramento”, pelo Teatro Meridional, nos dias 28 e 29 deste mês, “Molly Sweeney”, pelo Teatro das Beiras, a 30 e 31 de março, ou “Antero Q”, pelo Teatro da Garagem, a 21 e 22 abril.

“Kindzu”, pelo Teatro Ibérico, a 13 de setembro, ou “Farsa de Inês Pereira”, pelo Teatro D. Maria II, a 17, 21 e 22 de outubro, são outras peças programadas.

Os concertos da fadista Carminho, a 17 de março, e do Tó Trips Trio, a 09 de setembro, o espetáculo “Público/Privado” da Companhia de Dança Contemporânea de Évora, a 17 de junho, e circo contemporâneo, pela Companhia do Revés e Oliveira & Bachtler, a 15 e 17 de dezembro, respetivamente, constam igualmente da programação, entre outras iniciativas.

Leia Também: Parlamento saúda escolha de Évora a Capital Europeia da Cultura em 2027

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

Compartilhe nas redes sociais

Benvindo(a) à Radio Manchete. 📻

Ouvir 📻
X