spi-assina-acordo-com-espanhola-ctv-para-coproducao-audiovisual

SPi assina acordo com espanhola CTV para coprodução audiovisual

Em comunicado, a SPi explica que o acordo, assinado hoje na Galiza (Espanha), prevê “o desenvolvimento e a coprodução conjunta de duas obras de ficção audiovisual para os territórios de Portugal e Espanha”.

As duas produtoras comprometem-se a colaborar no desenvolvimento da ideia original de cada nova série de ficção, “considerando a realização que melhor se ajuste às necessidades e circunstâncias do mercado naquele momento”, lê-se na nota de imprensa.

O acordo prevê ainda que cada produção ibérica tenha equipas de profissionais das duas produtoras.

Esta parceria surge no seguimento de alguns projetos já assinados entre as duas produtoras, nomeadamente as séries “Chegar a Casa” e “Motel Valkirias”, ambas para os canais de televisão RTP (Portugal) e TVG (Espanha).

Citado em comunicado, tanto o administrador do grupo SP Televisão, Jorge Marecos, como o presidente da CTV, Ghaleb Jaber Ibrahim, sublinharam o objetivo de, nesta parceria, ultrapassar as fronteiras do espaço ibérico e chegar a mercados internacionais.

“Juntos, iremos percorrer o caminho da internacionalização, para construirmos algo melhor do que fazemos individualmente”, disse Jorge Marecos.

A produtora portuguesa SPi está integrada no Grupo SP Televisão e entre os seus projetos de ficção, documentário e entretenimento audiovisual estão, entre outros, a série “Glória”, para a Netflix, a série luso-espanhola “Auga Seca”, para a HBO, RTP e TVG, e a série “Vanda”, para a plataforma Opto.

“Prestes a estrear-se, destacam-se as séries ‘Motel Valkirias’, para a RTP, TVG e HBO, e ‘Codex632’ para a RTP e GloboPlay”, lembra a SPi.

Esta aposta da SPi acontece numa altura em que Espanha tem em curso uma reforma da legislação sobre cinema e audiovisual, no âmbito do “Plano Espanha, Hub Audiovisual da Europa”, para impulsionar a produção e distribuição de obras audiovisuais.

Este plano foi apresentado pelo governo de Pedro Sanchez em 2021, com uma previsão de investimento público de 1.603 milhões de euros para o período de 2021-2025.

Leia Também: Concertos na Expofacic, em Cantanhede são o maior fator de atratividade

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

Compartilhe nas redes sociais

Benvindo(a) à Radio Manchete. 📻

Ouvir 📻
X