tatuagem-pode-‘tramar’-futebolista-que-e-acusado-de-agressao-sexual

Tatuagem pode ‘tramar’ futebolista que é acusado de agressão sexual

Dani Alves vive um período difícil. O futebolista brasileiro está em prisão preventiva, acusado de agressão sexual a uma jovem de 23 anos numa discoteca em Barcelona, no dia 30 de dezembro.

A mulher do jogador e modelo Joana Sanz, está a viver a fase mais dura da sua vida. Além de toda a situação do marido, perdeu a mãe há uma semana. “Coração, aguenta tanta dor, por favor”, partilhou. “Perdi os dois únicos pilares da minha vida”, disse ainda, pedindo à imprensa que respeite a sua dor. Entretanto, na noite de ontem (23) voltou às redes sociais para agradecer o carinho que tem recebido. “Decidi fazer este vídeo para que consigam ver-me. Sei que há muita gente preocupada. Agora estou num momento de calma, apesar de toda a tempestade. Queria aproveitar para agradecer a tanta gente que está a apoiar-me de verdade”, disse.

Veja o vídeo na galeria.  

Tatuagem denuncia Dani Alves

De acordo com o ‘El Mundo’ houve um pormenor crucial para a detenção de Dani Alves. A alegada vítima da violação referiu-se à tatuagem de uma meia-lua na parte inferior do abdómen do futebolista. A isso juntou-se também um discurso incoerente por parte de Dani Alves. Além disso, as câmaras de videovigilância da discoteca apanharam o jogador a trancar-se numa casa de banho com uma jovem durante quinze minutos. O ‘La Vanguardia’ revelou o depoimento chocante da jovem. “Puxou a minha cabeça até ao pénis. Eu resisti, mas ele era muito mais forte. Disse-me que eu era a sua p…“. A versão do futebolista é bem diferente. Diz que estava sentado na sanita, quando a jovem entrou na casa de banho e se sentou ao seu colo, garantindo estar sempre vestido. Mais tarde, depois da jovem ter descrito pormenorizadamente a tatuagem, Dani Alves alterou o seu discurso e revelou que se levantou. A juíza responsável pelo caso também questionou sobre os rendimentos do jogador. Este afirmou que recebia 30 mil euros por mês no Pumas. A magistrada corrigiu para 300 mil e decidiu colocá-lo em prisão preventiva. Entretanto, deixou a ligação ao clube mexicano depois do caso.  

Transferido de prisão por questões de segurança

Entretanto, Dani Alves foi transferido de prisão “por questões de segurança” esta segunda-feira (23). De acordo com o  ‘La Vanguardia’, o jogador de 39 anos foi transferido do centro prisional de Brians 1 para o de Brians 2, por “questões de segurança”. A mudança prende-se com a “necessidade das autoridades prisionais garantirem tanto a privacidade de um prisioneiro extremamente popular como a sua segurança”.  

Troca de advogado

O antigo lateral direito do Barcelona também decidiu pela troca de advogado, deixando assim Maraida Puente Wilson. O novo advogado é Andrés Marhuenda Martínez e terá agora que traçar uma nova defesa, que está já fragilizada. Dani Alves já deu três versões da história, o que o tem comprometido. Primeiro garantiu que não conhecia a vítima, depois assumiu que a conheceu nessa noite, a 30 de dezembro, e mais tarde acabou por confessar que teve relações sexuais consentidas.

Texto: Vânia Nunes; Fotos: Redes Sociais

Siga a Nova Gente no Instagram

Compartilhe nas redes sociais

Benvindo(a) à Radio Manchete. 📻

Ouvir 📻
X