Afirmações de Cristina Ferreira causam desconforto na TVI, enquanto diretora se protege das polémicas no calor do Brasil – Nacional

A TVI está numa fase de remodelação, a preparar o terreno para lançar o derradeiro ataque à concorrência direta, leia-se SIC, na guerra de audiências, numa tentativa de chegar à liderança que teimosamente lhe tem escapado nestes últimos anos, apesar dos trunfos que vão sendo lançados por Cristina Ferreira, sem, no entanto, atingirem os objetivos e as espectativas.

E foi precisamente a polémica entrevista da diretora de Entretenimento e Ficção a Manuel Luís Goucha na tarde de quarta-feira, 18 de janeiro. As palavras de Cristina Ferreira acabaram por suscitar muito falatório nos corredores da TVI e algum desconforto, segundo avança a TV Mais.

Algumas coisas que foram ditas causaram desconforto em altos quadros da estação. Foi passada uma imagem de uma ‘caça aos lobos’ e isso gerou muito falatório“, revelou fonte ligada ao canal à publicação, reforçando: “Tudo isso associado ao que foi dito nas ‘Cristina Talks’ foi a gota de água. Houve várias reuniões por causa disso”.

De acordo com fontes da estação, a relação entre Cristina Ferreira e o diretor-geral, José Eduardo Moniz está cada vez mais tensa. Um dos sinais que reforça o desconforto, foi o silêncio de Cristina Ferreira, tão profícua em publicações nas redes sociais, durante quinta-feira, 19 de janeiro, dia seguinte à entrevista com Goucha.

Um dia depois, Cristina Ferreira voltou a falhar uma iniciativa do canal, nada mais nada menos que a apresentação à imprensa de ‘Vai ou Racha’, o novo concurso do amigo Pedro Teixeira, tal como a FLASH! já havia noticiado. A representar a diretora de Entretenimento e Ficção esteve João Patrício, diretor-executivo e seu braço-direito. A justificação é que Cristina Ferreira estaria com reuniões de orçamento.

Mas a semana haveria de ter mais indícios de tremores na estrutura de decisão na TVI. Ao início da tarde de sexta-feira, 20, Cristina Ferreira partilhou uma fotografia a almoçar com Mário Ferreira, presidente da Media Capital, no Solar dos Presuntos, em Lisboa. “A trabalhar, como sempre. E que venham os 30 anos da TVI”, referiu a diretora de Entretenimento e Ficção da estação de Queluz de Baixo sorridente ao lado do “patrão”, na sua publicação do Instagram.

Durante a tarde foi a vez do diretor-geral, José Eduardo Moniz, reunir-se com Mário Ferreira. “Tarde de trabalho. Objetivos comuns com o entusiasmo de quem acredita num futuro risonho”, escreveu Moniz. Curiosamente, e ao contrário de encontros anteriores, as reuniões foram em separado, primeiro com Cristina, depois com José Eduardo Moniz, o que só veio acentuar a perceção de que algo vai mal no reino não da Dinamarca mas de Queluz de Baixo.

Espreite a maravilha onde Cristina Ferreira está alojada no Brasil

Indiferente a estas polémicas, Cristina partiu de férias para o Brasil. Depois das “reuniões de budgets” (que a fizeram faltar ao segundo aniversário do ‘Esta Manhã’ e à apresentação do programa do amigo Pedro Teixeira a apresentadora fez as malas e lá foi ela para o outro lado do Atlântico, alojada num dos hotéis mais luxuosos da zona da Bahia. Segundo a FLASH! apurou, o Hotel Fasano Trancoso cobra por apenas uma semana (6 noites) perto de 5800 euros, apenas com direito a buffet de pequeno almoço.

Saber mais sobre




Vai gostar de





Compartilhe nas redes sociais

Benvindo(a) à Radio Manchete. 📻

Ouvir 📻
X