gigante-italiana-eni-vai-investir-8-mil-milhoes-no-gas-da-libia

Gigante italiana Eni vai investir 8 mil milhões no gás da Líbia

“Chegámos a um acordo com a Eni para o desenvolvimento do setor de petróleo e gás, visando dois campos ‘offshore’ capazes de produzir 850 milhões de metros cúbicos de gás” por dia, disse o presidente da Companhia Nacional de Petróleo da Líbia (NOC), Farhat Bengdara, em entrevista televisiva ao canal local al-Masar.

Questionada pela AFP, a Eni não quis comentar.

Este acordo “entre o NOC e a Eni será assinado no sábado, dia 28 de janeiro, em cerimónia oficial, para o investimento de 8 mil milhões de dólares para o desenvolvimento destes dois campos”, precisou Bengdara.

Uma visita do primeiro-ministro italiano, Giorgia Meloni, está marcada para os próximos dias em Tripoli, segundo a imprensa líbia e italiana.

Quase onze anos após a queda de Muammar Gaddafi, a Líbia, que possui as reservas de petróleo mais abundantes de África, continua dividida entre fações rivais do leste e do oeste.

Desde março, dois governos disputam o poder, um baseado em Tripoli (oeste) e reconhecido pela ONU, outro apoiado pelo parlamento e pelo campo do marechal Khalifa Haftar, o homem forte do Oriente.

Na última década, a Líbia tem sido regularmente assolada por confrontos violentos entre fações rivais do Oriente e do Ocidente, que afetaram a exploração dos depósitos, o transporte de hidrocarbonetos e os terminais de petróleo.

Em dezembro, a NOC pediu às empresas estrangeiras do setor de hidrocarbonetos que retomassem as suas operações de exploração e produção.

Na altura, a NOC explicou que tinha realizado uma “avaliação” da situação de segurança e notado uma “melhoria dramática” em alguns locais onde antes era difícil operar.

Este setor vital para a economia da Líbia precisa de investimentos estrangeiros para atingir os níveis de produção esperados, com o país a pretender aumentar a sua produção de petróleo para 2 milhões de barris por dia, quase o dobro em relação ao nível atual de 1,2 milhões.

Leia Também: Inaugurada polémica plataforma de exploração petrolífera no Uganda

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

Compartilhe nas redes sociais

Benvindo(a) à Radio Manchete. 📻

Ouvir 📻
X