governo-disponivel-para-ver-propostas-da-plataforma-de-reposicao-das-scut

Governo disponível para ver propostas da Plataforma de reposição das SCUT

“Tivemos uma reunião, que correu bastante bem. Era, no fundo, para ouvir as pretensões da Plataforma [P’la Reposição das SCUT A23 e A25]. Vamos já agendar uma reunião de trabalho para sexta-feira. E houve o compromisso da nossa parte de agendar reuniões periódicas para tentar ultrapassar o problema”, disse João Galamba à agência Lusa.

O ministro das Infraestruturas falava no final de uma reunião com a Plataforma P’la Reposição das SCUT A23 e A25, que decorreu no âmbito do programa “Governo Mais Próximo”, que se realiza entre hoje e quinta-feira no distrito de Castelo Branco, com mais de 40 iniciativas em que estarão presentes membros do executivo.

“E, agora, obviamente que tentaremos encontrar soluções para tentar, realmente, ir ao encontro das pretensões da Plataforma. E há o compromisso do Governo de estudar seriamente as propostas e de tentar encontrar uma solução. Esse foi o compromisso que deixámos nesta reunião e que foi aceite, bem aceite, pela Plataforma”, rematou.

João Galamba disse à Lusa que “há uma grande prioridade do Governo na política de mobilidade em geral para todo o país” e “há o reconhecimento por parte do Governo que o Interior tem um conjunto de especificidades que merecem um tratamento próprio”.

“E vamos tentar encontrar soluções para resolver este problema. Esse foi o compromisso que deixámos. E as reuniões de trabalho com a Plataforma são exatamente para ver, em que medida, é que nós nos podemos aproximar e atender às reivindicações deste movimento”, explicou.

A Plataforma P’la Reposição das SCUT A23 e A25 acusou hoje de manhã o primeiro-ministro de não responder a um pedido de audiência solicitado no âmbito da iniciativa “Governo Mais Próximo”, mas o titular da pasta das Infraestruturas disse que a crítica não fez sentido, porque foi realizada uma reunião com o ministro que tem a tutela das autoestradas e dos transportes e das infraestruturas.

A referida Plataforma integra sete entidades dos distritos de Castelo Branco e da Guarda – a Associação Empresarial da Beira Baixa, a União de Sindicatos de Castelo Branco, a Comissão de Utentes Contra as Portagens na A23, o Movimento de Empresários pela Subsistência pelo Interior, a Associação Empresarial da Região da Guarda, a Comissão de Utentes da A25 e a União de Sindicatos da Guarda.

Para além da reunião com a Plataforma P’la Reposição das SCUT A23 e A25, João Galamba também visitou hoje empresas do distrito de Castelo Branco.

O governante esteve numa fábrica que produz estofos para comboios e que também quer entrar no negócio da aviação.

A unidade fabril “é um bom exemplo de como a política de transportes e, nomeadamente, o retomar da política de ferrovia, tem um enorme impacto” no país.

João Galamba também visitou o Aeródromo de Castelo Branco, uma infraestrutura “de grande qualidade e com imenso potencial”.

O ministro das Infraestruturas deslocou-se, ainda, ao Data Center da Altice, na Covilhã, que está inserido na área das infraestruturas digitais e da economia dos dados, um setor que está “em forte crescimento” e representa uma grande oportunidade para o país e para a região.

“Estes três exemplos, bastante diferentes entre si, mas todos relacionados com a área do meu Ministério, são exemplos de vigor empresarial, de potencial ainda por explorar. Diria que foi uma visita importante”, observou.

Leia Também: Audiência? Utentes da A23 e A25 acusam Governo de não responder a pedido

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

Compartilhe nas redes sociais

Benvindo(a) à Radio Manchete. 📻

Ouvir 📻
X