fc-porto-nao-se-apoquenta-pelo-‘bicho’-e-esta-na-final-da-taca-da-liga

FC Porto não se apoquenta pelo ‘Bicho’ e está na final da Taça da Liga

O FC Porto carimbou, ao início da noite desta quarta-feira, o passaporte para a final da edição 2022/23 da Taça da Liga, ao derrotar o Académico de Viseu, no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, por 3-0.

Stephen Eustáquio, Danny Loader e Bernardo Folha marcaram os golos que fizeram a diferença diante da equipa do segundo escalão do futebol português, e que valeu um encontro diante do Sporting, no derradeiro duelo, que está agendado para o próximo sábado.

‘Despertador’ Eustáquio contra o desperdício

O FC Porto chegava à segunda meia-final da Taça da Liga com natural favoritismo, que fez questão de confirmar, com uma entrada forte, que quase deu golo… logo ao primeiro minuto, quando, isolado, Danny Loader tinha tudo para marcar, mas permitiu a defesa de Domen Gril.

Se, na ocasião inaugural, faltou felicidade, na segunda… abundou. Isto porque, apenas seis minutos depois, Gabriel Veron cabeceou à baliza, mas a bola foi ter com Stephen Eustáquio, que, com pouca ou nenhuma intenção, a encaminhou para o fundo das redes.

Aos 15 minutos Pepe ficou à beira de dilatar a vantagem, mas acertou em cheio no poste. E, no lance seguinte, foi a vez de Danny Loader desperdiçar mais uma oportunidade, desta feita, ao atirar contra Arthur Chaves.

O Académico de Viseu, por sua vez, foi-se desinibindo com o passar do tempo, fazendo uso da velocidade de Famana Quizera e Gauthier Ott, nas transições, mas o melhor que conseguiu foi dois remates ‘do meio da rua’ do primeiro, que não deram trabalho a Cláudio Ramos.

Respirar fundo… e ‘matar’

O segundo tempo trouxe um FC Porto mais organizado do ponto de vista defensivo, mas igualmente perigoso do ponto de vista atacante, como ficou à vista, quatro minutos após o regresso dos balneários, quando Bandeira se meteu no caminho entre Otávio e o golo.

A partida entrou, então numa toada mais ‘morna’, até que, aos 66 minutos, João Mário lhe deu um ‘safanão’, ao executar um pelo passe a isolar Danny Loader, que, desta feita, atirou mesmo a contar.

Até final, ainda houve tempo para também o jovem Bernardo Folha deixar a sua marca. Aos 80 minutos, e no seguimento de uma jogada de insistência, fez o gosto ao pé e ‘matou’ o jogo, de uma vez por todas.

Momento do jogo: O FC Porto dificilmente poderia desejar melhor início. Depois de uma oportunidade desperdiçada por Danny Loader, Stephen Eustáquio não perdoou e desfez o nulo, aos sete minutos, ainda que com muita sorte pelo meio.

Onzes

FC Porto: Cláudio Ramos; João Mário, Pepe, Marcano, Wendell; Uribe, Eustáquio, Otávio, Pepê; Veron e Namaso.

Académico de Viseu: Gril; Bandeira, André Almeida, Arthur Chaves, Milioransa; Messeguem, Nduwarugira, Toro; Quizera, Gautier Ott e André Clóvis.

Antevisão

FC Porto e Académico de Viseu têm duelo marcado, esta quarta-feira, no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, onde irão procurar garantir o ‘bilhete’ que resta para a tão aguardada final da edição 2022/23 da Taça da Liga.

Quem sair por cima sabe, de antemão, que irá discutir o troféu, no próximo sábado, com o Sporting, equipa que, na véspera, derrotou o Arouca, por 2-1, numa partida que ficou marcada por diversos (e polémicos) casos de arbitragem.

Os dragões partem, assim, em busca daquele que é o único grande troféu nacional que ainda não têm no museu. Os homens de Jorge Costa, por sua vez, já fez história ao alcançar esta fase, mas não se dá por satisfeito e vai em busca de mais.

O FC Porto-Académico de Viseu será ajuizado por Rui Costa, árbitro da Associação de Futebol do Porto, e pode acompanhá-lo, em direto, a partir das 19h45 (hora de Portugal Continental), no Desporto ao Minuto.

Leia Também: Dentes à mostra no caminho para a final: Notas do Arouca-Sporting

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Compartilhe nas redes sociais

Benvindo(a) à Radio Manchete. 📻

Ouvir 📻
X