chefe-de-diplomacia-da-ue-agradece-apoio-claro-da-macedonia-do-norte

Chefe de diplomacia da UE agradece apoio claro da Macedónia do Norte

“Devo dizer que a Macedónia do Norte demonstrou um apoio claro e inequívoco à política externa da UE, com um alinhamento total e consistente com as nossas posições e decisões, incluindo as sanções contra a Rússia, propondo e implementando sanções”, destacou, manifestando-se “muito feliz por reconhecer e elogiar esta posição clara da Macedónia do Norte”.

Borrell falava numa conferência de imprensa em Skopje após uma reunião do Conselho de Associação UE-Macedónia do Norte, para fazer um ponto da situação dos progressos feitos por este país no quadro da sua candidatura à adesão à União.

No seu encontro com o primeiro-ministro Dimitar Kovachevski, Borrell discutiu “o contexto internacional e como a agressão ilegal da Rússia contra a Ucrânia criou novos desafios geoestratégicos para todos, não apenas para a Ucrânia, não apenas para a União Europeia, mas também para os Balcãs Ocidentais, para a Macedónia do Norte e para todo o mundo”.

Saudando o alinhamento de Skopje com a orientação da política externa dos 27, que classificou como “uma forte expressão da escolha estratégica da Macedónia do Norte e do seu lugar numa comunidade de valores”, Borrell recordou que na véspera a UE aprovou nove milhões de euros para formar militares da Macedónia do Norte e adaptá-los aos padrões das forças armadas dos Estados da UE com que colaboram.

O financiamento, prestado ao abrigo do Mecanismo Europeu de Apoio à Paz, visa apoiar o exército da Macedónia do Norte em atividades logísticas e reforçar as suas equipas médicas, os sistemas de comunicação e informação, as capacidades de informação, os equipamentos químicos, biológicos, radiológicos e nucleares, bem como de engenharia e capacitação.

Relativamente ao processo de adesão, as partes observaram, numa declaração conjunta adotada, “a importância de um maior progresso global nas áreas abrangidas pelos capítulos da Justiça e Direitos Fundamentais e da Justiça, Liberdade e Segurança”.

“A UE encorajou a Macedónia do Norte a intensificar as investigações, processos judiciais e condenações finais em casos de corrupção, incluindo a alto nível”, lê-se no texto.

Leia Também: UE destina 9 milhões de euros para formar militares da Macedónia do Norte

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

Compartilhe nas redes sociais

Benvindo(a) à Radio Manchete. 📻

Ouvir 📻
X